terça-feira, janeiro 02, 2007

JANEIRO 2007; festas fornenses e nao so!

Capela de Santo Amaro, freguesia de Fuinhas. (fotografia "roubada" do site municipal; http://www.cm-fornosdealgodres.pt)
Ca estou novamente a divulgar, as actividades festivas e culturais a realizar no mes de Janeiro, no concelho de Fornos de Algodres


1 de Janeiro:


Dia primeiro do ano; e costume antigo o canto as "janeiras", acontecem naturalmente em todas, ou quase todas as povoacoes do municipio. Sao normalmente expontaneas e usam-se versos populares, que sao passados de geracao em geracao.

Existem isso sim, variacoes na musica e entoacao de terra para terra, que tornam estas tradicoes ainda mais interessantes.


6 de Janeiro:


Dia de reis; neste dia outrora feriado nacional era usual cantarem-se tambem os "reis" era uma variacao das "janeiras", normalmente com algumas adaptacoes nos versos. E uma tradicao em desuso, que seria interessante reviver.


15 de Janeiro:


Dia de Santo Amaro; Fuinhas.

Santo protector dos deficientes e das doencas relacionadas com as pernas, (reumatismos, pernas partidas etc,)

Celebra-se nesta aldeia desde tempos imemoriais. A romaria normalmente cumpre-se com varias voltas a capela e, a festa consiste de missa e procissao, e habitual a oferta ao Santo de pernas, pes e outras partes humanas moldadas em cera.

Este patrono venera-se numa antiga capela situada no lugar de "Santo", na freguesia de Fuinhas.

A capela oitocentista, e uma construcao em granito regional com um pequeno campanario. No seu interior pode-se admirar um tecto barroco em caixotoes com pinturas iconograficas.


E tradicao que em dia de Santo Amaro, haver varias mudancas meteorologicas, entao povo normalmente canta:


Santo Amaro das Fuinhas,

Quando nao chove remoinha.

Quando nao remoinha, faz vento,

Em dia de santo Amaro, nunca faz bom tempo.


Tambem e costume a seguinte fraze entre as nossas gentes:


"Para baixo todos os santos ajudam, para cima so Santo Amaro e ainda por cima e coixo."



20 de Janeiro;


Sao Sebastiao, Figueiro da Granja.


Embora o dia festivo seja o dia 20, para conveniencia a festa e sempre transferida para o fim de semana a seguir, portanto este ano sera nos dias 20 sabado e 21 domingo.

Santo e Martir e considerado patrono dos militares, S. Sebastiao e muito venerado na nossa regiao, segundo a historia (ou lenda) foi um general romano, que devido ter se tornado cristao, foi mandado martirizar pelo imperador da altura.

Esta festa em Figueiro da Granja, consiste de arraiais populares, Uma procissao em que o santo e transportado para a igreja, missa solene seguida de procissao solene pelas ruas da antiga vila, retornando a imagem com outra procissao a capela. (Como ultimamente nao se tem realizado a festa de S. Silvestre, que referi no mes anterior, tem tambem este santo o previlegio de passear de andor neste dia.)



S. Sebastiao, e tambem santo padroeiro da freguesia de Maceira e, da outora freguesia e hoje simples povoacao de Ramirao, freguesia de Casal Vasco, onde tambem e festejado.


Embora extra concelhio mas devido a proximidade e tradicao das nossas gentes, passo a divulgar a anual"Feira dos 20" realiza-se tambem no dia 20 de Janeiro, na povoacao de Mosteiro, vizinha freguesia de Pena Verde, mas ja no concelho de Aguiar da Beira. Embora seja feira antiquissima e de nomeada na nossa regiao, tem sido tambem aproveitada ultimamente para iniciar o ciclo das "Feiras do Queijo da Serra".


Passem por esta regiao, e experimentem festas, tradicoes e sabores unicos!




2 comentários:

Jofre Alves disse...

Caro Al Cardoso: agradecia que me enviasse o seu correio electrónico, pois tenho algumas pequenas nótulas sobre toponímia de Algodres (Algodres, Cortiço, Juncais, Matança, Sobral de Pichorro, Queiriz e Vila Chã), que teria imenso gosto enviá-las, pese embora o facto de pouca importância terem, mas são de boa e total vontade.
O meu correio electrónico é o seguinte: jofrealves@sapo.pt

Bom ano para si.

greentea disse...

muito interessante esta divulgação

vou ver se estas datas tb vêm no Borda d'Agua, pois traz todas as feirs e romarias, incluindo as de Sintra, claro

Um abraço